Do fitness à fisioterapia, modalidades de Pilates ajudam no equilíbrio, flexibilidade, força e muito mais

Saúde da mulher: a importância do Pilates no climatério
27 de janeiro de 2016
Veja como o pilates pode atuar no controle da Diástase
22 de fevereiro de 2016

Buscar o equilíbrio entre o corpo e a mente é o principal objetivo do pilates. Os benefícios disso, no entanto, são inúmeras e vão desde a modelagem do corpo até a cura e prevenção de doenças e dores.

O pilates pode ser feito de diversas formas e por todas as idades, desde crianças de sete anos que aprendem a ter equilíbrio, coordernação motora, até senhores de 90 anos que fazem o tratamento para melhor qualidade de vida: “crianças, atletas, bailarinos, idosos, todos podem fazer e cada um para alcançar seu objetivo”.

Além dos aparelhos de pilates que trabalham força muscular, flexibilidade e coordenação, existem treinos mais avançados como o Fitness e o Treinamento Funcional, em que os alunos realizam um circuito e, durante uma hora sem parar, treinam todas as partes do corpo de forma integrada. Ao invés de treinar um músculo isoladamente, como se faz na musculação, no pilates fitness há uma combinação de movimentos e se mescla exercícios para o corpo todo.

Mas não é todo mundo que pode fazer essa modalidade fitness, porque é mais puxado. Tem que ter treinamento, fortalecimento, se não o exercício causa lesão. No entanto, um aluno de pilates, com acompanhamento, pode alcançar o nível do fitness após certo tempo.

Além da busca por saúde de forma geral, o pilates também pode ser utilizado nas sessões de fisioterapia. A reabilitação acontece quando o paciente sente dores em geral, na coluna, nas articulações, joelhos e outros ligamentos. Depois do tratamento, ele vai aos poucos recuperando a qualidade de vida. As sessões de fisioterapia também duram uma hora e trabalham todo o corpo, mas com foco no local onde está o problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *